A Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) entrou em negociações para tentar um acordo com a suposta empresa fraudulenta de criptomoedas Veritaseum.

Audiência inicial adiada

Depois de registrar uma queixa contra o CEO da Veritaseum, Reginald Middleton, e duas de suas empresas em agosto de 2019, a SEC diz que está trabalhando para um acordo com os acusados, segundo a publicação fintech FinanceFeeds noticiou em 9 de outubro.

Segundo o texto, a reguladora apresentou um pedido para adiar a audiência inicial no Tribunal Distrital de Nova York no início de outubro. Após o pedido, o tribunal concordou em reagendar a conferência para 14 de novembro de 2019.

US$ 14,8 milhões captados através de títulos não registrados

Como noticiado anteriormente, Middleton e suas empresas, Veritaseum, LLC e Veritaseum, teriam arrecadado US$ 14,8 milhões fazendo uso de informações deturpadas e omissões relevantes sobre valores mobiliários não registrados oferecidos – ativos digitais chamados tokens Veritaseum (VERI), também conhecidos como “Veritas”. De acordo com o relatório, os réus realizaram sua oferta inicial de moedas (ICO) Veritaseum entre 25 de abril de 2017 e 27 de maio de 2017 e também ofereceram vendas pós-ICO.

Diversas acusações

A queixa da SEC inclui várias acusações contra os réus, incluindo investimentos enganosos no empreendimento anterior da empresa, reivindicação excessiva de demanda para os investidores do VERI, além do suposto potencial do token gerar milhões de dólares em receita.

No entanto, estes produtos não existiam, afirma a SEC, acrescentando que os réus se envolveram em negociações manipuladas para os tokens VERI, visando aumentar seu preço artificialmente e convencer os investidores a comprar mais tokens.

Além disso, Middleton supostamente tentou renomear o VERI para evitar as leis federais de valores mobiliários e os requisitos de registro, tentando dar a eles o status de “taxas pré-pagas”, “software” ou até derivativos baseados em cartões-presente.

Até o momento, o VERI é o 226º maior criptoativo do mercado, com uma capitalização de US$ 35 milhões, segundo o CoinMarketCap. Depois que a SEC solicitou o congelamento dos ativos relacionados aos réus em 12 de agosto, o VERI teve uma queda acentuada, despencando de US$ 16 por token para US$ 4,30 em 13 de agosto. No entanto, o token teve um crescimento notável desde então. Até o momento, a VERI subiu 26% nas últimas 24 horas, sendo negociado a mais de US$ 17, também vendo um enorme ganho de quase 45% nos últimos sete dias.

Veritaseum three-month price chart

Gráfico de preços de três meses do Veritaseum. Fonte: Coin360

VER ARTIGO ORIGINAL